segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Um dia vão te fazer perguntas difíceis...........

a

hoje foi o dia!

"Marta, porque é que há bebés que morrem, mesmo antes de nascer?"

"O que é ser adoptado?"

"Porque é que há pais que abandonam os filhos?"

"Sabias que há homens que casam com homens e mulheres que casam com mulheres?"

"Porque é que eles podem casar uns com os outros?"


Eu até vos contava todas as minhas respostas, as histórias contadas, as conversas partilhadas e tudo e tudo e tudo... mas estou mentalmente esgotada!

9 comentários:

  1. Imagino...o "esgotamento mental" :) As respostas nunca são suficientes. Atrás de uma resposta aparece logo outra pergunta...e.outra...e outra...! Hoje foi um dia "daqueles" :) Susana Pereira Lança (Sala do Mar)

    ResponderEliminar
  2. Acho que reconheço uma das "perguntadeiras". Estou certa?

    ResponderEliminar
  3. Susana, hoje foi mesmo um dia daqueles. Sentámo-nos no tapete às 15h30 para uma história... mas a conversa foi se prolongando até às 16h30 sem tempo, nem para respirar!

    ResponderEliminar
  4. Ah pois claro, dona Madá indagou, indagou e não me parece que tenha saído totalmente satisfeita! Não perca as cenas do próximo capítulo! ;-)

    ResponderEliminar
  5. Nós queremos é ouvir as respostas, hi hi

    ResponderEliminar
  6. Maravilhoso mundo da Infância! Costumo dizer que estes dias de perguntas difíceis são os melhores, aprendemos tanto e ficamos a conhecê-los ainda mais. É a idade dos porquês que me rouba risos e me faz rejuvenescer. O verdadeiro desafio é saber estar à altura das perguntas e não dar somente uma resposta mas reflectir em conjunto e respeitar as ideias e opiniões de cada um. Tal como costumo dizer tantas vezes à Marta: Um dia eles vão-nos ajudar a escrever um Livro!

    ResponderEliminar
  7. É a fase da curiosidade pura. Perguntam mesmo porque querem saber! Temos de aproveitar esse interesse súbito em determinados temas, mesmo quando parecem mais difíceis e não contrariar a onda!

    ResponderEliminar